terça-feira, 21 de outubro de 2014

Por que os novos ultrabooks com tela touch podem ser úteis a você











Ultrabook-touch-02


Em que ano você começou a usar computadores? Talvez você se lembre da época em que ou você comprava um imenso computador de mesa, ou não comprava nada. Ainda assim, tereia que desembolsar uma bela grana. Notebooks, que eram bastante conhecidos também como laptops, eram coisa de rico – sem exageros.


Hoje, quando você pensa em comprar um novo equipamento, a oferta é tanta que ao mesmo tempo facilita e confunde. Ao entrar em uma loja, imagine a seguinte abordagem de um vendedor: “você quer o quê? Só usar a internet? Melhor levar um belo smartphone, ou um tablet, ou quem sabe um tablet maior e com mais armazenamento. Mas olha, não desconsidere os netbooks, viu? E com um mais um pouquinho você compra um note que é uma maravilha”.


Pois bem, eu estava prestes a viver a cena acima quando recebi um ultrabook da Lenovo com tela touch. Comecei a usá-lo com bastante curiosidade e, aos poucos, fui percebendo algumas características que me ajudaram bastante no dia a dia. Deixei de usar meu outro notebook – que tem excelentes configurações, mas perde em quesitos como portabilidade -, tablet e reduzi o uso do celular em casa.


Compartilho abaixo os 7 motivos pelos quais o ultrabook se mostrou extremamente útil e eficiente:


01. A inicialização é tão rápida que você nem percebe


Ultrabook-touch-08

Uma das primeiras coisas que percebi neste ultrabook é que ele está sempre pronto para o uso. Só para comparar, o computador que uso no trabalho demora tanto que eu aperto o botão para ligá-lo e vou tomar um café e dar uma olhada na paisagem. Para ser mais preciso, eu contei o tempo de inicialização desse ultrabook: precisamente 7 segundos. E isso com ele desligado. Para sair do modo de espera, não é preciso esperar nada, ele responde imediatamente.


02. Notebook para quando você precisa de notebook, tablet para quando você precisa de tablet


Ultrabook-touch-05

Um tablet é muito legal para jogos, ler livros em e-book e fazer o básico da internet: notícias, redes sociais, assistir vídeos, etc. Mas eu nunca consegui me dar bem com esse tipo de aparelho quando preciso realizar uma tarefa mais séria, como publicar aqui no Somente Coisas Legais, por exemplo. O ultrabook 2 em 1, para mim, foi um tiro certeiro. Quando estou de bobeira utilizo-o mais como um tablet, aproveitando a tela multitouch e a flexibilidade do monitor que gira em até 360º. E se, de repente, preciso de um notebook, é só voltar a tela pra posição normal – e mesmo nesse modo eu me pego tocando na tela para acessar opções sem usar o mouse.


03. Compactos mesmo – você não vai pensar duas vezes antes de carregá-lo por aí


Ultrabook-touch-03

Eu tenho um outro notebook extremamente potente e com tela grande. Eu sempre o utilizei em casa sem nenhum problema, mas eu pensava 2, 3, 4 vezes – 5, 6, até desistir – antes de colocá-lo na mochila pra sair de casa, de tão pesado e tão grande. Com o ultrabook é ao contrário. Ele é tão leve e compacto (do tamanho de um caderno, como você vê na foto acima) que vale a pena carregá-lo sempre na mochila. Vai que você precisa fazer alguma coisa de repente.


04. A bateria dura mais que o tempo de um filme


Ultrabook-touch-07

A maioria das pessoas que eu conheço nem sequer contam com a bateria de seus notebooks. Eles simplesmente utilizam o equipamento sempre conectados à energia. Isso porque a autonomia de boa parte dos computadores portáteis é irrisória. Essa é outra barreira vencida pelo ultrabook. Você pode utilizá-lo por horas sem precisar de uma tomada por perto.


05. Vamos falar em configurações?


Ultrabook-touch-06

Eu gosto da ideia de existir computadores pequenos e versáteis como os netbooks, mas quando você realmente precisa utilizar o equipamento para tarefas mais pesadas como editar fotos, pequenos vídeos, abrir vários programas ao mesmo tempo e até jogar, eles simplesmente não dão conta. Notebooks para essas funções, como mencionei acima, eram grandes e espalhafatosos. E aqui temos outro ponto em que o ultrabook convence. Eu tenho em mãos um equipamento com Intel Core i7 de 3ª geração (1.5GHz, com 4MB de cache, 8GB de Ram e 128Gb SSD de armazenamento) que até agora suportou todos os softwares que eu precisei. Há ainda opções mais modernas com os novos Intel Core M, que promete oferecer a maior eficiência energética de um processador Core da história da Intel.


06. Finalmente um note potente que esquenta menos que um ferro de passar roupa


Ultrabook-touch-04

O armazenamento por SSD e a eficiência do processador são dois dos principais pontos que impedem o superaquecimento do ultrabook. Quando fui comprar meu notebook anterior eu simplesmente desisti de procurar um que não esquentasse, pois encontrei reclamações desse tipo em fóruns sobre praticamente todos os modelos. O ultrabook que tenho em mãos é o primeiro equipamento desse tipo de que não serve para fritar um ovo! Até agora, em nenhum momento a temperatura dele se tornou um incômodo, e muito menos provocou desligamento repentino – como há inúmeros casos relatados na internet sobre outros computadores.


07. Eles são uma estação de trabalho portátil e completa


Ultrabook-touch-01

Com todas as características destacadas acima, é fácil concluir que os ultrabooks são ideais para quem precisa de uma estação de trabalho portátil. Eles acabam com dúvidas como: será que compro um tablet e um teclado? Será que invisto em um netbook (eles ainda existem?)? Será que vou atrás de um notebook potente, mas grande e pesado? Você simplesmente terá um equipamento que atende a todas essas demandas – e atende muito bem. E outra, se quiser utilizá-lo como um computador de mesa, basta conectá-lo a um monitor por meio da saída HDMI – que aliás, é uma mão na roda para plugar o ultrabook a projetores.


Essa publicação foi apoiada por uma empresa. Iniciativas assim ajudam a manter o site Somente Coisas Legais. Se sua marca quiser produzir conteúdo em parceria conosco, entre em contato.




Até o próximo Melhor do Planeta

Fonte:
http://somentecoisaslegais.com.br/tecnologia/por-que-os-novos-ultrabooks-com-tela-touch-podem-ser-uteis-voce

Falcão abate um drone em ataque certeiro











hawk-takes-down-quadcopter-drone-dji-phantom[1]


Faz tempo que o céu não é mais só dos pássaros, o que mudou com os drones é que agora tudo é filmado – diferentemente do que acontecia com os pipas, balões, aviões de papel e outras maravilhas voadoras do passado.


No dia 08/10/2014, Christopher Schmidt tinha colocado seu quadricóptero para sobrevoar o parque de Magazine Beach, na margem do rio Charles, em Cambridge (EUA). Foi então que um incidente inusitado aconteceu.


O aparelho voava à meia altura quando um falcão o avistou e veio em sua direção. Com um único e certeiro golpe, a ave conseguiu desestabilizar o drone que entrou em queda.


Que bom que o quadricóptero e, principalmente, o falcão saíram ilesos. Assista ao curioso ataque abaixo:






Até o próximo Melhor do Planeta

Fonte:
http://somentecoisaslegais.com.br/incrivel/falcao-abate-um-drone-em-ataque-certeiro